Blog


23 de abril de 2021

Alfabetização: Quando a magia acontece?

A alfabetização começa muito antes da entrada da criança na escola. Esse processo começa quando a ela é colocada em contato com a linguagem. Na Nova Geração acreditamos que tudo começa no nascimento e, algumas vezes, já durante a gestação, quando os pais conversam, leem histórias ou colocam músicas para o bebê. E isso é mágico ao nosso olhar! 

A aquisição do conhecimento e a percepção dos usos do sistema de escrita alfabética continuam acontecendo com o passar do tempo. Um exemplo disso é quando passeamos com as crianças e elas observam placas de ruas, de parques ou de lojas, outdoors ou folders de propaganda. Outro exemplo é quando sentamos e lemos um livro colocando o dedo embaixo da escrita. São situações como essas que fazem com que a criança compreenda a função social da escrita e percebe que o que falamos pode ser escrito e lido por outras pessoas. 

Alfabetização e letramento

Muito se fala sobre alfabetização e letramento e esses termos tratam de etapas complementares: a alfabetização é um processo de desenvolvimento do ler e escrever, enquanto o letramento é a função social dessa leitura e dessa escrita. A alfabetização e o letramento caminham sempre juntos.

A alfabetização se desenvolve em várias fases e cada uma delas tem a sua especificidade. Não existe um marco de idade para que esse processo aconteça. Cada criança é única. Respeitar esse processo é essencial. Não há uma fórmula para ser usada com todas as crianças, por isso, os professores devem estar atentos às singularidades e modos individuais de aprender, tornando a alfabetização um processo natural e prazeroso.

O hábito da leitura

Existe uma máxima que diz que o processo de educação está relacionado ao exemplo. Então, a leitura é um hábito que precisa fazer parte da família. No entanto, a criança não precisa ser escolarizada em casa. Não deve haver cobranças em excesso, mas a prática deve estar inserida no ambiente familiar. 

Uma forma de incluir o hábito na família é criar “o momento da leitura”, em que cada pessoa da casa pode escolher uma forma de ler. A família que não tem esse costume precisa pouco a pouco inseri-lo em seu cotidiano. No momento em que ela entende que está desenvolvendo a mesma tarefa que os pais, avós e irmãos, percebe que está fazendo algo muito importante. 

Acompanhamento familiar

O acompanhamento do processo de alfabetização da criança pela família é importante porque quando os familiares sabem o que está sendo feito na escola, têm condições de dimensionar até onde podem ir com os filhos. A família consegue observar como a criança está evoluindo e fazer parte desse processo mágico de alfabetização. Isso dá muito mais segurança a todos os envolvidos no processo e auxilia no desenvolvimento dos novos leitores e escritores. 

Professora Luciana C. F. Moutinho

Localização da escola
Clique e envie mensagem no WhatsApp